Quantos anos tem que nós nos casamos ???

Daisypath - Personal pictureDaisypath Anniversary tickers

sábado, 4 de maio de 2013

Celso, meu amor!




- Posted using BlogPress from my iPhone

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Meus três amores...

A vida é bela!



- Posted using BlogPress from my iPhone

Amor Surreal



Se ajoelha e me pede perdão
Você vai descobrir o que é bom
Na minha mão
Pra você tudo é tão natural
Nunca ví tanta cara de pau
É surreal
Um vez quando alguém me falou
Eu não dei o devido valor
E olha aí
A arapuca em que eu fui me meter
Quando eu me envolvi com você
Ensandeci
Você não me merece, eu já sei
Tantos flagras que eu já te dei
E já nem me importa
Tanto faz o que você não fez
Qualquer dia eu acordo de vez
E tranco aquela porta
Mas não quero te dizer adeus
Nem usar o direito que é meu
E te dar o troco
E deixar você livre de mim
Mesmo sofrendo um pouco
E aí
Meu amor que é cego
Reclama do seu amor
E só de pensar em ficar sem você
Coração sente falta
E aí
Deixo tudo pra lá
Eu não sou de guardar rancor
Você é meu carma no bem e no mal
Não sei como posso te amar tanto assim afinal
Se você me maltrata
Eu vou te provar outra vez
Que a mulher
Que te ama sou eu
Mas é bom te lembrar
Por um triz
Você não me perdeu
Você não me merece, eu já sei
Tantos flagras que eu já te dei
E já nem me importa
Tanto faz o que você não fez
Qualquer dia eu acordo de vez
E tranco aquela porta
Mas não quero te dizer adeus
Nem usar o direito que é meu
E te dar o troco
E deixar você livre de mim
Mesmo sofrendo um pouco
E aí
Meu amor que é cego
Reclama do seu amor
E só de pensar em ficar sem você
Coração sente falta
E aí
Deixo tudo pra lá
Eu não sou de guardar rancor
Você é meu carma no bem e no mal
Não sei como posso te amar tanto assim afinal
Se você me maltrata
Eu vou te provar outra vez
Que a mulher
Que te ama sou eu
Mas é bom te lembrar
Por um triz
Você não me perdeu...
 

Foi Deus




Foi Deus
Que me entregou de presente você
Eu que sonhava um dia viver
Um grande amor assim
Foi Deus

Foi Deus
Numa oração que um dia eu pedi
Acorrentado em teus olhos me vi
Quando te vi pela primeira vez

Foi Deus
Que me entregou de presente você
No teu sorriso hoje eu quero viver
No teu abraço encontrei minha paz

Valeu
Ter esperado o tempo passar
Pra de uma vez meu amor entregar
E não sentir solidão nunca mais